Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

BBB 22: Suspeito de vazar vídeo de Natália é identificado pela Polícia


No comando: EXPRESSO DA MADRUGADA

Das 00:00 às 05:00

No comando: EXPRESSO RURAL

Das 05:00 às 07:00

No comando: SERTÃO EM FESTA

Das 05:00 às 10:00

No comando: DOMINGÃO SERTANEJO

Das 06:00 às 10:00

No comando: JORNAL DA ITATIAIA

Das 07:00 às 07:45

No comando: SHOW DA MANHÃ

Das 08:00 às 10:00

No comando: EXPERIÊNCIA DE DEUS

Das 10:00 às 11:00

No comando: TÚNEL DO TEMPO

Das 10:00 às 14:00

No comando: PASSANDO A LIMPO

Das 11:00 às 13:00

No comando: REPÓRTER EXPRESSO

Das 12:00 às 13:00

No comando: TOP MAIS

Das 13:00 às 16:00

No comando: TARDE NOSSA

Das 13:00 às 17:00

No comando: PROGRAMAS GOSPEL

Das 14:00 às 16:00

No comando: BAILÃO DA EXPRESSO

Das 16:00 às 19:00

No comando: AO POR DO SOL

Das 17:00 às 20:00

No comando: DEIXA ROLAR

Das 18:30 às 00:00

No comando: SABADÃO SERTANEJO

Das 19:00 às 21:00

No comando: EXPRESSO NOTURNO

Das 20:00 às 21:00

No comando: NA PISTA

Das 21:00 às 00:00

No comando: VOZ DO BRASIL

Das 21:00 às 22:00

No comando: SOFT NIGHT

Das 22:00 às 00:00

BBB 22: Suspeito de vazar vídeo de Natália é identificado pela Polícia

A sister Natália Deodato, participante do Big Brother Brasil 22 , teve um vídeo vazado ilegalmente nas redes sociais. As imagens circularam a internet e mostram a mineira de 22 anos em momentos íntimos com outro homem. Após o vazamento indevido, a Polícia identificou um suspeito de ter soltado o vídeo – o que se configura crime.

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, o homem tem 39 anos e será intimado para prestar esclarecimentos nos próximos dias. As datas das audiências não serão divulgadas. A equipe que administra as redes sociais da siste fez um apelo aos internautas, pedindo que não sejam compartilhadas as imagens que vieram a público exatamente na última terça (18/01), há 7 dias.

A publicação de vídeos íntimos sem o consentimento da pessoa que está sendo retratada é crime e pode causar pena de até 5 anos de reclusão. Em caso de ‘pornografia de vingança’, quando um indivíduo divulga as imagens como forma de punir a vítima pelo término da relação,  as penas podem ter acréscimo de mais 2 ou 3 anos .

 

Deixe seu comentário:

CURTA NO FACE!

Equipe

Nossas Redes