Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Matheus & Kauan preparam novo DVD com homenagens a Marília e aos fãs - Expresso FM 100,1


No comando: EXPRESSO DA MADRUGADA

Das 00:00 às 05:00

No comando: EXPRESSO RURAL

Das 05:00 às 07:00

No comando: SERTÃO EM FESTA

Das 05:00 às 10:00

No comando: DOMINGÃO SERTANEJO

Das 06:00 às 10:00

No comando: JORNAL DA ITATIAIA

Das 07:00 às 07:45

No comando: SHOW DA MANHÃ

Das 08:00 às 10:00

No comando: EXPERIÊNCIA DE DEUS

Das 10:00 às 11:00

No comando: TÚNEL DO TEMPO

Das 10:00 às 14:00

No comando: PASSANDO A LIMPO

Das 11:00 às 13:00

No comando: REPÓRTER EXPRESSO

Das 12:00 às 13:00

No comando: TOP MAIS

Das 13:00 às 16:00

No comando: TARDE NOSSA

Das 13:00 às 17:00

No comando: PROGRAMAS GOSPEL

Das 14:00 às 16:00

No comando: BAILÃO DA EXPRESSO

Das 16:00 às 19:00

No comando: AO POR DO SOL

Das 17:00 às 20:00

No comando: DEIXA ROLAR

Das 18:30 às 00:00

No comando: SABADÃO SERTANEJO

Das 19:00 às 21:00

No comando: EXPRESSO NOTURNO

Das 20:00 às 21:00

No comando: NA PISTA

Das 21:00 às 00:00

No comando: VOZ DO BRASIL

Das 21:00 às 22:00

No comando: SOFT NIGHT

Das 22:00 às 00:00

Matheus & Kauan preparam novo DVD com homenagens a Marília e aos fãs

Uma saudação aos fãs e à amiga Marília Mendonça, morta em um acidente aéreo no início de novembro em Minas Gerais. Nesse clima, a dupla sertaneja Matheus e Kauan se prepara para gravar o novo DVD ao vivo Se Melhorar Estraga nesta quinta-feira (25/11), em São Paulo. A coluna LeoDias acompanhou o ensaio geral para a gravação nesta quarta (24/11), na capital paulista, e antecipa todas as novidades do novo projeto dos cantores.

Inicialmente, o projeto audiovisual seria realizado em março deste ano, mas foi adiado pelo agravamento da pandemia de Covid-19. Para não deixar os fãs sem novas canções, em julho passado a dupla lançou Expectativa X Realidade, EP com seis faixas. A música-tema do projeto figurou no top 200 Global do Spotify e foi um dos destaques da turnê realizada nos EUA no mês passado e na retomada dos shows no Brasil.

 

“Foi um período de incertezas. Esse DVD era para ter sido gravado em março deste ano. Mas infelizmente estávamos vivendo um período muito mais critico que agora. Adiamos o DVD e gravamos EP em Goiânia”, afirma Matheus Aleixo, com exclusividade para a coluna de LeoDias.

Postergar a gravação não foi ruim para a dupla. Para Matheus, esse período de março em diante serviu para produzir novas composições e buscar letras que trouxessem a temática de superação, sem deixar de lado a leveza das batidas tão característica dos artistas.

Kauan afirma que o DVD terá 16 composições inéditas e uma regravação. Diz ainda que as músicas do EP de Goiânia não constarão no repertório do novo projeto. “Não inserimos no novo projeto porque já tínhamos algumas [músicas] escolhidas por nós e surgiram outras ao longo do tempo. Mas cantaremos essas canções para o público que estará na gravação do DVD.”

Os artistas afirmam que a regravação de Ser Humano Anjo, do álbum Face a Face (2015), é para homenagear a artista que sempre esteve presente em suas vidas. “Faremos um momento lindo para ela neste DVD. É uma música dela e que será bem marcante”, diz Matheus. “É um presente dela para nós e faremos uma homenagem a ela. Essa música é incrível e tem uma energia surreal. Ela toca as pessoas como tudo o que a Marília fez. E a gente fez questão de colocar essa música em nosso DVD”, acrescenta Kauan.

“Marília foi uma pessoa muito importante desde o começo da minha carreira como compositor. Eu a conhecia desde antes de formar dupla com Kauan, há 12, 13 anos, e antes de ela ser cantora”, lembra Matheus.

No dia do acidente aéreo, Matheus recorda que estava ouvindo as músicas do novo DVD e ficava pensando na reação de Marília Mendonça ao novo projeto. “Marília vai pirar nessas músicas. Parece que foi um sinal. Uma coisa estranha. Estava dentro do avião, decolei no mesmo horário que ela, e comecei a falar e quando desci chegou a notícia. Todo o projeto que a gente gravava, eu sempre mandava para ela antes. Ela era uma grande fã. Ela sempre falava: ‘Cara vocês não erram nunca’”.

“Era como se eu precisasse do aval dela. Toda vez que a gente se encontrava, era uma festa. Ela participou ativamente de nossa carreira e de nossa vida pessoal”, completa Matheus sobre a homenagem à Rainha da Sofrência. Ele destaca ainda que a cantora também era madrinha de seu casamento — ele é pai de Davi e João Pedro, frutos do seu relacionamento com Paula Aires.

A morte de Marília Mendonça fez com que os artistas também refletissem sobre a forma com a qual organizavam suas estruturas de shows. Eles afirmam que uma das mudanças que vão implementar a partir do próximo ano é a realização de apenas um show por noite, sem dobras. Antes da pandemia, a média mensal de shows da dupla variava em torno de 23 a 25.

“Nós ficamos muito abalados. Isso mexe muito conosco. Além de perder uma grande amiga e mãe de família, nós vivemos a mesma rotina. Temos filhos e família. Perdemos também Cristiano Araújo e Gabriel Diniz. E para tomarmos mais cuidado em nossas decisões. Isso é um recado para nos também”, diz Kauan, que tem três filhos com Sarah Bianconili.

Kauan afirma ainda que eles pretendem trabalhar muito porque foram quase dois anos parados. Segundo ele, a dupla teve prejuízos no período. “Precisamos voltar com foco e força, mas ao longo do tempo a tendência é fazer menos shows. Vamos trabalhar com mais cautela.”

Outro ponto importante destacado por Matheus é a qualidade dos shows. Para ele, quando há duas apresentações no mesmo dia e em cidades diferentes, eles ficam mais cansados e não entregam aos fãs a melhor performance.

No dia do acidente aéreo, Matheus recorda que estava ouvindo as músicas do novo DVD e ficava pensando na reação de Marília Mendonça ao novo projeto. “Marília vai pirar nessas músicas. Parece que foi um sinal. Uma coisa estranha. Estava dentro do avião, decolei no mesmo horário que ela, e comecei a falar e quando desci chegou a notícia. Todo o projeto que a gente gravava, eu sempre mandava para ela antes. Ela era uma grande fã. Ela sempre falava: ‘Cara vocês não erram nunca’”.

“Era como se eu precisasse do aval dela. Toda vez que a gente se encontrava, era uma festa. Ela participou ativamente de nossa carreira e de nossa vida pessoal”, completa Matheus sobre a homenagem à Rainha da Sofrência. Ele destaca ainda que a cantora também era madrinha de seu casamento — ele é pai de Davi e João Pedro, frutos do seu relacionamento com Paula Aires.

A morte de Marília Mendonça fez com que os artistas também refletissem sobre a forma com a qual organizavam suas estruturas de shows. Eles afirmam que uma das mudanças que vão implementar a partir do próximo ano é a realização de apenas um show por noite, sem dobras. Antes da pandemia, a média mensal de shows da dupla variava em torno de 23 a 25.

“Nós ficamos muito abalados. Isso mexe muito conosco. Além de perder uma grande amiga e mãe de família, nós vivemos a mesma rotina. Temos filhos e família. Perdemos também Cristiano Araújo e Gabriel Diniz. E para tomarmos mais cuidado em nossas decisões. Isso é um recado para nos também”, diz Kauan, que tem três filhos com Sarah Bianconili.

Kauan afirma ainda que eles pretendem trabalhar muito porque foram quase dois anos parados. Segundo ele, a dupla teve prejuízos no período. “Precisamos voltar com foco e força, mas ao longo do tempo a tendência é fazer menos shows. Vamos trabalhar com mais cautela.”

Outro ponto importante destacado por Matheus é a qualidade dos shows. Para ele, quando há duas apresentações no mesmo dia e em cidades diferentes, eles ficam mais cansados e não entregam aos fãs a melhor performance.

Deixe seu comentário:

CURTA NO FACE!

Equipe

Nossas Redes