Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

TSE autoriza quebra de sigilo telefônico e fiscal para desvendar fake news sobre urnas eletrônicas


No comando: EXPRESSO DA MADRUGADA

Das 00:00 às 05:00

No comando: EXPRESSO RURAL

Das 05:00 às 07:00

No comando: SERTÃO EM FESTA

Das 05:00 às 10:00

No comando: DOMINGÃO SERTANEJO

Das 06:00 às 10:00

No comando: JORNAL DA ITATIAIA

Das 07:00 às 07:45

No comando: SHOW DA MANHÃ

Das 08:00 às 10:00

No comando: EXPERIÊNCIA DE DEUS

Das 10:00 às 11:00

No comando: TÚNEL DO TEMPO

Das 10:00 às 14:00

No comando: PASSANDO A LIMPO

Das 11:00 às 13:00

No comando: REPÓRTER EXPRESSO

Das 12:00 às 13:00

No comando: TOP MAIS

Das 13:00 às 16:00

No comando: TARDE NOSSA

Das 13:00 às 17:00

No comando: PROGRAMAS GOSPEL

Das 14:00 às 16:00

No comando: BAILÃO DA EXPRESSO

Das 16:00 às 19:00

No comando: AO POR DO SOL

Das 17:00 às 20:00

No comando: DEIXA ROLAR

Das 18:30 às 00:00

No comando: SABADÃO SERTANEJO

Das 19:00 às 21:00

No comando: EXPRESSO NOTURNO

Das 20:00 às 21:00

No comando: NA PISTA

Das 21:00 às 00:00

No comando: VOZ DO BRASIL

Das 21:00 às 22:00

No comando: SOFT NIGHT

Das 22:00 às 00:00

TSE autoriza quebra de sigilo telefônico e fiscal para desvendar fake news sobre urnas eletrônicas

Quebra de sigilos telefônico e fiscal pode ser o caminho para desvendar quem financia fake news sobre urnas eletrônicas.

Esse é o objetivo do Tribunal Superior Eleitoral, que autorizou a liberação das informações inclusive de auxiliares próximos do presidente Bolsonaro.

Caso os investigados se recusem a depor no inquérito, os magistrados devem determinar conduções coercitivas para que a questão seja desvendada e não coloque em risco o processo democrático das eleições.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, o ministro da Justiça, Anderson Torres, será indiciado e o próprio presidente também pode ser convocado.

Deixe seu comentário:

CURTA NO FACE!

Equipe

Nossas Redes