Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Vendas de veículos caem 10,2% de agosto para setembro; falta de componentes ainda afeta o setor


No comando: EXPRESSO DA MADRUGADA

Das 00:00 às 05:00

No comando: EXPRESSO RURAL

Das 05:00 às 07:00

No comando: SERTÃO EM FESTA

Das 05:00 às 10:00

No comando: DOMINGÃO SERTANEJO

Das 06:00 às 10:00

No comando: JORNAL DA ITATIAIA

Das 07:00 às 07:45

No comando: SHOW DA MANHÃ

Das 08:00 às 10:00

No comando: EXPERIÊNCIA DE DEUS

Das 10:00 às 11:00

No comando: TÚNEL DO TEMPO

Das 10:00 às 14:00

No comando: PASSANDO A LIMPO

Das 11:00 às 13:00

No comando: REPÓRTER EXPRESSO

Das 12:00 às 13:00

No comando: TOP MAIS

Das 13:00 às 16:00

No comando: TARDE NOSSA

Das 13:00 às 17:00

No comando: PROGRAMAS GOSPEL

Das 14:00 às 16:00

No comando: BAILÃO DA EXPRESSO

Das 16:00 às 19:00

No comando: AO POR DO SOL

Das 17:00 às 20:00

No comando: DEIXA ROLAR

Das 18:30 às 00:00

No comando: SABADÃO SERTANEJO

Das 19:00 às 21:00

No comando: EXPRESSO NOTURNO

Das 20:00 às 21:00

No comando: NA PISTA

Das 21:00 às 00:00

No comando: VOZ DO BRASIL

Das 21:00 às 22:00

No comando: SOFT NIGHT

Das 22:00 às 00:00

Vendas de veículos caem 10,2% de agosto para setembro; falta de componentes ainda afeta o setor

Produção de veículos cresce cinco virgula seis por cento em setembro, na comparação com agosto.

No mês passado foram produzidos 173 mil e 300 carros, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Mas de acordo com a Anfavea, a associação do setor, a vendas diminuíram dez vírgula dois por cento e um dos motivos foi a falta de componentes.

Sobre o mesmo mês de 2020, a queda foi de 25 vírgula três por cento, com 155 mil veículos vendidos em setembro deste ano.

Em relação às exportações, foram montadas 23 mil e 600 unidades, o que na comparação anual representa um volume 23 e meio por cento menor.

E apesar de a produção ter avançado sobre o mês anterior, na comparação com setembro de 2020 houve recuo de 21 vírgula três por cento no volume fabricado.

A escassez de componentes ainda causa impactos significativos para o setor e faz com que muitos veículos não possam ser incluídos no estoque, afirma a Anfavea.

Na avaliação da entidade, assim que o problema da oferta for resolvido devem surgir outros desafios, como a alta na taxa de juros e a demanda limitada, por causa do desemprego alto.

Deixe seu comentário:

CURTA NO FACE!

Equipe

Nossas Redes